"TERRA" de Sebastião Salgado - Prefácio de José Saramago

April 12 2012
Comentário crítico - por José Ricardo Barretto 
Fitting-capa_livro_terra
Vencedor do prêmio Camões em 1995 e do Nobel de literatura em 1998, José Saramago produz com primazia o texto que escolta a belíssima obra de Sebastião Salgado - Terra.

Produzindo um prefácio brilhante para a obra, Saramago aborda os aspectos sociais e políticos envolvidos nas questões da reforma agrária, ocupação de terras e atuação do poder público diante de temas tão sensíveis como este. Ao explorar números e informações objetivas, atribui ao texto um instrumento prático para que o leitor se situe diante do tamanho e da magnitude que tanto a obra, como o contexto social deste tema requerem.

Característica marcante do texto é a elegância e firmeza com que o escritor português associa a realidade social brasileira dos sem-terra com a criação divina e o advento da humanidade. Elegante por, no início, pautar-se por seu estilo literário como romancista e também firme, por direcionar o leitor de forma incisiva a crer na frustração do poder divino diante de tamanha desigualdade e descaso social.

A origem da humanidade pela ótica bíblica, o pecado original, o crescimento da população e o trabalho, conduzem nossa leitura de forma majestosa até assuntos atuais e pertinentes, como os episódios ocorridos em Eldorado dos Carajás e em Corumbiara, ambos explorados no texto.

Sem dúvida alguma é um texto notável, primeiro por mesclar um estilo literário com uma apresentação prática do contexto social, mas sobretudo, por mostrar que o direito e a justiça são garantias que todo o indivíduo deve ter, sejam elas de origem divina ou terrena. Uma prazerosa leitura que trilhará o terreno para uma apreciação ainda maior e muito mais profunda de toda essa obra.

Textos, ensaios, atualidades, notícias, eventos, novidades, equipamentos e um pouco mais sobre fotografia.

Original-logo_capa_black

Original-logo_jrbarretto_www